A aposentadoria é algo que todo mundo espera ao longo da vida após anos de trabalho, porém é possível que ocorra alguns empecilhos para obtê-la, já que é comum a pouca informação repassada para os segurados do INSS, como também os atendimentos deficitários por parte dos servidores deste órgão público, como também a ausência de pagamento das guias de recolhimento do empregado pelas empresas.

Porém, neste artigo não iremos tratar das complicações provenientes da Previdência Social, mas sim de algo que poucas pessoas sabem e que podem agregar e muito no valor a ser recebido quando se aposentar.

Esta possibilidade é pautada quando se tem uma sentença ou acordo trabalhista que foi favorável ao reclamante (autor) e em consequência disso, a empresa ré deposita os valores referente à contribuição previdenciária. Nesse momento, ocorre um grande problema para o autor da ação, e em muitos casos ele nunca saberá disso, pois os valores pagos pela empresa perdedora da demanda ao INSS não são computados no sistema previdenciário, ou seja, não ocorre a alteração sobre o valor de contribuição do segurado, que refletirá quando for se aposentar.

Imagine que você não procure um advogado de sua confiança para resolver essa pendência e não se importe com isso, vamos analisar uma situação hipotética que em razão do seu sucesso na demanda trabalhista, você conseguiria aumentar R$ 100,00 mensais no seu salário de aposentadoria e recebesse essa aposentadoria por mais 20 anos, daria um total de R$ 24.000,00 que você deixaria de ganhar ao longo da sua aposentadoria, sendo esse valor um direito seu como segurado do INSS.

É importante entender que os valores que implementarão a renda no momento de requerer a aposentadoria irão variar de pessoas para pessoa, pois depende da forma como cada um contribui para a Previdência Social, sendo a hipótese citada anteriormente apenas para ilustrar o benefício que se pode obter.

Dessa forma, é necessário estar atento aos benefícios que se pode ter com a aposentadoria, sendo essencial um bom planejamento previdenciário para buscar as melhores possibilidades para cada caso.