Está decidido a escrever artigos jurídicos sobre os temas que mais domina para conseguir atrair mais clientes? Parabéns, você está no caminho certo! Esta é uma forma super interessante para captar novos clientes sem precisar demandar grandes investimentos.

Nunca é demais ler dicas sobre boas práticas na hora de escrever textos. Por isso, neste post, trazemos alguns pontos especiais que devem ser levados em conta pelo redator para que seu texto fique mais atraente aos olhos do público interessado no tema proposto e consiga seu objetivo de transformar aquela pessoa em cliente.  Vamos lá?

1. Seja claro e  objetivo

 Artigos jurídicos têm o objetivo de conscientizar sobre determinado tema. Para isso, a melhor maneira de escrevê-los é sendo claro e objetivo. Escrever textos com rodeios no tema, além de dificultar sua compreensão, cansam o leitor e o fazem perder o interesse no texto.

O mesmo acontece com a utilização em excesso de jargões jurídicos, aquelas famosas “palavras difíceis”. Para o público em geral, palavras como essas não são relevantes, uma vez que eles não são do meio jurídico. O importante aqui é basicamente que o leitor entenda seu texto e a melhor maneira de fazer isso é utilizando uma linguagem simples e coerente com seu público-alvo.

2. Siga uma lógica na hora de escrever

Para facilitar a compreensão do texto é essencial que ele siga uma linha lógica de raciocínio. Como fazer isso? Simples: pense no problema x solução.

Primeiramente você deve expor a questão a ser debatida: divórcio? aposentadoria? Escolha o tema e o introduza para que o leitor já continue a leitura sabendo exatamente do que ela se trata. Dessa maneira, você já facilita a compreensão e evita que quem está lendo desista do seu texto logo no início.

Exposto o tema e o problema, é hora de abordar as soluções para resolvê-lo. Desenvolva o texto expondo o que pode ser feito para que aquela dificuldade seja sanada e quais as dicas relevantes que você acredita que o leitor pode seguir. Aqui é um bom momento para mostrar o quão aquele assunto é dominado por você!

E, finalmente, conclua seu texto, fazendo as considerações que achar importantes.

3. Divida o seu texto em tópicos 

Este ponto irá muito de acordo com o anterior. O seu texto estará dividido por uma lógica. Por que não escrevê-lo em tópicos para facilitar ainda mais a leitura? Textos divididos são mais atraentes porque não passam a ideia de “muito longos” e orientam o leitor ao longo de sua leitura. Aproveite para colocar títulos chamativos que passem a ideia principal que será desenvolvida em cada tópico.

4. Releia várias vezes e evite erros 

Releia várias vezes o texto que escreveu. Erros gramaticais e ortográficos podem jogar todo o seu esforço por água abaixo. Um texto bem escrito e sem erros mostra profissionalismo e esmero com o que está escrito, o que ajuda (e muito!) a somar vários pontos na hora de ser contratado.

Estas são as principais dicas para se escrever um bom artigo jurídico. Seguindo cada uma delas, o seu texto será de fácil compreensão para o público em geral e bem escrito ao mesmo tempo. E, junto a isto, o seu knowhow no assunto será ponto-chave para o seu destaque.

Bom, agora é só escrever! Boa sorte e conte conosco em caso de dúvidas.